sábado, maio 03, 2008

A quadra da Floribela


Há muito, muito tempo, muito antes da "Floribela" e do Wrestling, já a ideia de que importa ser gigantesco fazia furor. Tomando o raciocínio por bom, surgiram os hiper's: grandes catedrais para quem aquece a alma e supõe expiar-se, comprando ou vendendo. Vem esta ideia ao blog a propósito da promessa dos gestores do Modelo Incontinente. Promissores, como sempre, procuram agora fazer passar a ideia que, caso os deixem abrir ao Domingo, nada será como dantes e o barateiro entrará de serviço do nascer ao pôr-do-Sol; provavelmente só para as "marcas brancas", mas essa parte está omissa na promessa.
O Governo, entre a Igreja - que vê na abertura ao Domingo mais uma facada na família de espírito santo -, os pequenos comerciantes e os CEOs das grandes empresas, chutou para a bancada dos autarcas. A decisão, finalmente tomada, para além de não agravar substancialmente a crispação com a Igreja Católica, deixa aos autarcas espaço para negociações. Esperemos que para o bem do povo. No sentido de contribuir para soluções generosas, deixo o meu modesto contributo poético:

No meio daquela cidade

Há uma escola em estado mau,

É por isso que ao Domingo

O mercado está "fechau".

1 comentário:

Saltapocinhas disse...

eu sou contra estas aberturas.
toda a gente devia ter direito ao descanso, e logo esta gente que ganha tão mal!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...