quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Unicef aleia

Um relatório da UNICEF, publicado hoje (Aqui), deveria constituir matéria bastante para que os responsáveis políticos pensassem seriamente no enredo que significa tentar explicar o Mundo pela economia. O relatório prova, entre outras coisas, que não há relação entre o bem-estar infantil e o PIB. A qualquer responsável verdadeiramente sensato ocorreria, pelo mínimo, uma cefaleia, mas qual quê. Não tarda aparecerão outra vez com os habituais salamaleques ao PIB. Ah! "Granda" PIB!
Para quem gosta de tabelas classificativas, Portugal lá está nos últimos lugares em matéria de bem-estar educativo, mas à frente dos EUA e do Reino Unido. Poderia ser pior, ainda assim não me parece estudo para euforias.
O melhor é ficarmos caladinhos, senão ainda levamos com um Ministro a explicar as vantagens comparativas... Chiiiiuu...

2 comentários:

SaltaPocinhas disse...

Eu não li, só ouvi umas coisas na rádio, mas uma das coisas que diziam era que as nossas crianças eram das que tinham melhor relacionamento entre elas e com a família.
Não era preciso ninguém nos vir dizer que dinheiro não significa felicidade...
Eu trabalho num meio pobre e garanto-te que a maioria dos meus meninos são crianças felizes (apesar de terem de me aturar, tadinhos!)

José António disse...

Podes ficar descansada que os estudos que medem a felicidade descontam sempre o efeito nefasto de pessoas assim...
Mais a sério:
Margarida, o dinheiro não trás felicidade, às vezes (pontualmente), compra-a.
O que o estudo diz é que o crescimento da riqueza dos Países (o celebre PIB), não é utilizado responsavelmente no bem estar infantil. E por isso é que eu pergunto: Porque raio é que temos de papar o PIB a toda a hora, para justificar isto e aquilo, se afinal o PIB é para enriquecer mais os ricos e empobrecer mais os pobres?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...