sábado, julho 28, 2007

A Jangada



De vez em quando, Saramago fala e os "comentadores de referência" ficam zangados. Desta vez o motivo para a zanga prende-se com a ideia de Portugal e Espanha, juntos, formarem a Ibéria.
Saramago, bem sucedido com a sua incursão em Espanha, estaria concerteza a marimbar-se para os comentadores portugueses, não fosse o facto revelador de que certamente não leram "Jangada de Pedra".
Confesso, prefiro ouvi-lo a lê-lo; não porque não escreva bem, mas porque a falar respira e porque a leitura sem pontuação me embala em ritmo desenfreado.
A ideia é interessante e poderá mesmo representar, mais que uma jangada de pedra, um autêntico farol para a entristecida "esquerda ibérica".
Saramago não disse nada daquilo que aparece comentado na maioria dos jornais. A ideia, para além de romântica, encerra uma visão estratégica que deveria ser tida em conta. Substituindo o meio de transporte (Jangada de Pedra), por um moderníssimo e bem equipado catamarã, não é despropositado prever, a curto prazo, os dois Países com uma estratégia comum.
Ibéria, chamemos-lhe Ibéria: cabelo ao mar e perna escancarada, um tornozelo em Sarkosy, outro em Hugo Chávez. Disparatado? Mesmo em Sócrates, claramente mais para a "Europa Sarkosyana", existe aquele dedo à Hugo Chávez; menos em riste -depois do artigo de Alegre o dedito murchou ligeiramente-, mas está lá. Diz quem sabe que aponta para outro lado, o que poderá não ser uma questão de somenos. Ou nem tanto?

1 comentário:

lurainbow disse...

P.S Um convite lá no blog ;)
beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...