domingo, junho 08, 2008

Reciclemos, irmãos...

A propósito das questões do ambiente tive, há pouco tempo, uma conversa com J.L.. Provando a sua propensão para o fantástico, contou-me que estava a pensar fazer uma empresa de reciclagem. A empresa, familiar, focaria basicamente "o negócio" em atear, no quintal, pilhas de plástico, jornal e cartão. Depois de uma longa conversa, pareceu-me que J.L. estaria sensibilizado, a ponto de poder ajudar a familia a pôr fim ao disparate.

Na sexta-feira, ia eu ensimesmado nos truques malandrecos que a cultura politiqueira do novo regime ateou nas escolas, quando me pareceu ouvir J.L.. Era mesmo ele:



- Professor, sabe uma coisa?

- Diz...

- O meu pai não liga nada ao ambiente...

- Então?

- Continua a queimar plásticos.

- E tu? Não lhe explicaste?

- Ele não liga nada! E a minha mãe é igual.

- Ai é! Também queima plásticos no quintal?

- Ela ainda é pior.

- Pior?

- Sim, ela diz-me: "Olha, vai-te! Reciclar, cagare e mejare".

2 comentários:

Fausta Paixão disse...

Alto lá! Temos aqui matéria para a sustentabilidade.
A minha, claro!
Vou ver se reciclo uns dos meus ex.; ao menos é prata da casa!

Shakti disse...

Pois é ...de vez enquando ouvimos dessas...e o mais engraçado é que dizem como se fosse natural ...é a vivência deles...ainda me custa acreditar que existam pessoas que não estejam sensibilizadas para a reciclagem !!!!

Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...