sábado, dezembro 11, 2010

Quando contava histórias que, em princípio, deveriam servir para a Inês adormecer, a certa altura ela pedia outra e eu, mais ensonado que ela, experimentava uma das já batidas. E ela dizia: essa não, essa é do livro! E eu feito sonso rematava: as dos livros são muito boas!...
-Dos livros não!
-Então assim não estou a lembrar-me...
-Conta uma da boca!

Se fosse hoje poderia inspirar-me na imagem e começar a história assim: Num País pobrezinho mandava um homem muinnto mentiroso...
Por certo ela diria: essa não, que essa vem nos jornais e nos blogs!



Knack (autor Erwin Vanmol)

2 comentários:

Aline disse...

lol. Sempre tiveste jeito para histórias. A tua filha tem razão, as tuas de medusas são bem mais engraçadas.

xunandinha disse...

As hist´´órias inventadas são muito melhores, beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...